árvores derrubadas árvores derrubadas

Saiba quantas árvores são derrubadas para o consumo de papel no país

4 minutos para ler
Powered by Rock Convert

Árvores derrubadas são a matéria-prima da produção de papel no Brasil. A superintendência estadual do meio ambiente do Ceará estima que uma árvore produz 20 resmas de papel (ou seja, 10.000 folhas), e cada pessoa consome, em média, duas árvores por ano. Se a população brasileira é de mais de 200 milhões de habitantes, são 400 milhões de árvores por ano.

Neste artigo você vai entender melhor o panorama sobre as árvores derrubadas no Brasil para o consumo de papel, e os malefícios dessa prática para o ecossistema. Começamos pelos principais números. Em seguida, mostramos os prejuízos ao meio ambiente. Ao final, apresentamos o que sua empresa pode fazer para reduzir a intensidade do problema. Preparado? Então, Vamos lá!

Quantas árvores derrubadas contribuem para a produção de papel no Brasil?

No Brasil, o papel para uso em impressão, embalagens, lenços de papel, papéis toalha e papel higiênico é produzido a partir de polpa de celulose. Todas as árvores para produção de papel são de plantios florestais. Isso significa que são florestas plantadas, ou seja, cultivadas para esse fim. As mais utilizadas são o eucalipto e o pinus, que são espécies exóticas no nosso país.

Como vimos na estimativa anterior, podemos contabilizar em cerca de 400 milhões o número de árvores derrubadas anualmente com essa finalidade. Mas isso não leva em conta a produção para exportação. Dados da Indústria Brasileira de Árvores (Ibá) divulgados em janeiro de 2018 mostram que a produção brasileira de celulose subiu 3,8% em 2017 e atingiu o volume recorde anual de 19,5 milhões de toneladas. A maior parte, 13 milhões, é exportada.

Quais são os prejuízos da produção de papel para o meio ambiente?

Embora a produção de papel seja oriunda de madeira de reflorestamento, a produção ainda tem grande impacto ambiental. Em primeiro lugar, a floresta de plantio precisa, obviamente, ocupar espaço, e esse espaço poderia ser o de mata nativa ou o de agricultura com outros fins, como a produção de alimentos. As árvores derrubadas para a produção de papel precisam de tratamento agrícola como qualquer outra cultura, o que inclui o uso de pesticidas e fertilizantes.

Como as espécies que produzem papel são exóticas, as florestas de plantio contribuem para a perda da biodiversidade em suas regiões. Finalmente, o descarte e mesmo a reciclagem de papel contribuem para a perda de qualidade da água dos rios e córregos. A solução é mesmo a redução da demanda de papel.

Como reduzir o impacto ambiental com impressões?

Sua empresa pode aplicar algumas soluções e boas práticas para ajudar a reduzir os gastos com papel. Por exemplo:

  • digitalizar os processos: quanto mais tarefas a sua empresa executar digitalmente, menos vai precisar imprimir ou estocar papel;
  • conscientizar os colaboradores: uma cultura de cuidado com o meio ambiente incentiva a equipe a imprimir apenas o estritamente necessário;
  • implementar um sistema de controle de impressões: um software pode ajudar sua empresa a medir, gerenciar, calcular e reduzir o custo com impressões.

As árvores derrubadas são apenas um dos impactos ambientais da produção de papel. A existência das florestas de plantio e o descarte das folhas estão entre os principais prejuízos ao nosso solo, à nossa água e à nossa biodiversidade.

Achou este artigo interessante? Então, continue aprofundando seus conhecimentos, saiba quais são os 3 maiores gastos com impressão e veja como reduzir os custos na sua empresa!

Posts relacionados

Deixe uma resposta